0

Menos de 100 dias

93 dias. Esse é o saldo que temos aqui, antes de as portas entrarem em automático e o avião subir… Dez horas depois estaremos em São Paulo, pegando outro avião em direção a Florianópolis.

20131126-182045.jpg

Confesso que ainda não consigo definir um sentimento ao olhar estes números. Uma coisa que posso afirmar é que, a primeira vista, tive uma crise. Das grandes.

Tive um sentimento de que passei 81 dias aqui e não fez metade das coisas que queria ter feito até então.

Olho novamente para a foto. 93 dias para dar aquele abraço na família, rever os amigos e matar as saudades de casa. É um conflito dolorido que mexe com o racional e emocional da pessoa.

Eu já disse isso antes, mas volto a repetir: cada dia aqui é uma nova experiência, um novo aprendizado, uma oportunidade única…

Tenho certeza que quando voltar, lembrarei de cada momento desses 174 dias aqui.

Mas a curto prazo, vou seguir o conselho de uma amiga que nas entrelinhas dizia: “aproveite cada segundo que você tem aí, faça tudo o que quiser fazer, viva esses dias restantes e não fique pensando no amanhã…”.

Para fechar este post, deixo um trecho de uma música do Legião Urbana, uma das minhas favoritas (tanto a música quanto a banda) que sempre fez muito sentido, mas agora é quase lema de vida!

… Todos os dias, antes de dormir,
Lembro e esqueço como foi o dia,
Sempre em frente, não temos tempo a perder…

Beijinhos,

Ana Caroline Morello.

0

Um pouco de tudo até aqui.

Para ilustrar o post, uma foto do Jardim de Santa Bárbara. O lugar mais bonito, colorido, fresco, calmo e cheiroso de Braga.

Antes, quando eu olhava os blogs sobre intercâmbio eu pensava “nossa, mas essa galera demora muito pra postar”. Agora que eu faço parte dessas pessoas eu vejo que quase nunca sobra tempo pra postar nos primeiros dias. E não é por não querer, é que tem tanta coisa pra ver, fazer, resolver, conhecer que a gente tem que abrir mão daqui um pouco pra poder viver tudo. Então, quero começar esse post pedindo desculpas.

Agora, já fazem três semanas que estamos em Braga, e já deu pra se acostumar minimamente a tudo. A Ana já falou um pouco sobre a cidade. Eu só tenho uma coisa a acrescentar: chove muito aqui. A época das chuvas começou agora, e dizem que até janeiro não vai parar mais. Outra coisa para dizer referente ao clima é o frio, vi uma reportagem dizendo que o inverno na Europa desse ano vai ser o mais rigoroso dos últimos 100 anos. Ou seja: tenho que ir logo as compras e garantir meus casacões. Quem sabe até neve dê em Braga.

Já temos um teto, já temos amigos, as aulas já começaram e até já temos trabalhos para próxima semana. As duas primeiras semanas de aula que passaram foram mais calmas, mas pelos cronogramas dos professores já vi que é bom me preparar. Gostei muito das disciplinas que escolhi, acredito que vão acrescentar muito na minha formação. Além das cadeiras de comunicação, vou aproveitar e fazer o curso básico (A1) de alemão. (Outra coisa que já começaram foram as viagens, mesmo que ainda pequenas. Já conhecemos algumas cidades de Portugal próximas a Braga e já até compramos passagens para Paris).

Por falar em alemão, vem acontecendo uma coisa engraçada comigo. Uma grande parte das pessoas com quem falo aqui, seja portugueses, brasileiros ou de onde for, conversam pela primeira vez em inglês comigo porque não acreditam que sou brasileiro. Segundo eles, tenho muito jeito de alemão. Ai tenho que explicar que sou de uma região do brasil que foi colonizada por alemães e etc…

Mas esse tempo aqui, mesmo que ainda curto, já tem sido de enorme aprendizado. Já sei lavar e passar roupas, fiquei mais organizado, fiz amigos, vi e vivi coisas completamente novas para mim. Sem dúvidas muito ainda vai acontecer, e estou de coração aberto para tudo que chegar.

Até a próxima (prometo que será mais breve dessa vez).

2

Chegamos!

Hoje oficialmente fazem duas semanas que embarcamos para essa aventura louca. Os primeiros dias foram um pouco difíceis por conta da adaptação, estabilização. Mas aqui estamos nós.

Vou contar para vocês que Braga é uma cidade maravilhosa, que nos acolheu de braços abertos e ama os estudantes erasmus (como chamam os intercambistas aqui).

A cidade é histórica, umas das mais antigas de Portugal, conhecida antigamente como Bracara Augusta, com mais de 2 mil anos de fundação. Além de toda essa notável história, Braga ainda conta com uma série de igrejas, se tornando uma das cidades mais religiosas de Portugal.  Salvo a isto, Braga recebe inúmeros estudantes de intercâmbio todos os semestres e foi eleita a Capital européia da Juventude.

As aulas na Universidade do Minho começaram nesta semana, mas como ainda estamos em processo de aprovação de plano de estudos, começaremos a estudar de verdade na próxima semana. Contudo, já demos o ar de nossa graça na faculdade e por sinal, adoramos! Fomos MUITO bem recebidos!

Durante essas duas semanas já conhecemos algumas cidades próximas a Braga como Guimarães, Póvoa de Varzim, Vila do Conde e Porto. Confesso que Porto foi amor à primeira vista. A ribeira do Rio Douro é maravilhosa, o clima da cidade passa paz e ver o pôr-do-sol em cima da Ponte D. Luís I para mim, foi o ponto alto do dia.

Todos os dias aqui em Portugal é um novo aprendizado. Todos os dias conhecemos novas pessoas, novas histórias, novas culturas. O intercâmbio é uma experiência que eu recomendo à todos que eu conheço, não existe uma época em que possamos vivenciar tamanha diversidade e posso arriscar dizer, tamanha felicidade.

Por hora é isso!

Para finalizar, eu deixo com vocês uma das frases mais usadas pelos Erasmus aqui em Portugal:

“Esse vai ser o melhor ano das suas vidas!”.

Já está sendo hahaha.

Beijinhos,

Ana Morello