0

About changes.

Pego o calendário e começo a contar os dias. Já são quase 20h de um domingo qualquer, tô sozinha em casa. O silêncio só é quebrado pelo barulho das teclas do notebook. Entre um bate-papo e outro no facebook, começo a perceber que o grande dia está chegando…

Nessa semana já começam as despedidas, mesmo que eu embarque só na próxima semana. O coração aperta só de imaginar ter que dizer um até logo. Mas, mesmo assim, continuo radiante e firme de que tomei a decisão certa.

Ainda não tirei as malas do sótão, muito menos planejei o que colocar nelas. Dei uma rápida olhada nos documentos e comecei a fazer uma checklist de lugares que quero conhecer.

Hoje comecei uma limpeza no meu quarto. Cortei o cabelo e já tô querendo mudar mais algumas coisas.

Mudar. Uma palavra tão simples, definida pelo dicionário como transformar, substituir…

Acho que a ideia do intercâmbio é essa: transformar as pessoas. Substituir a rotina. Deixar pra trás algumas coisas ruins (e as lembranças boas também!) e aquelas coisinhas bobas que te aborrecem às vezes. Mas também nos fazer abrir a mente para novas experiências, viver novos ares.

Como qualquer outra decisão sempre temos que lidar com as consequências, que no caso pode ser definida como saudade…

Mas acho que vale a pena, não é?

Termino o meu post com a promessa de escrever em breve e também com um trecho de uma música linda da MPB que merece ser compartilhada:

E assim chegar e partir, são só dois lados da mesma viagem
O trem que chega, é o mesmo trem da partida
A hora do encontro é também despedida, a plataforma dessa estação é a vida desse meu lugar. (Encontros e Despedidas – Milton Nascimento).

Ana C. Morello.

Anúncios